Benefícios da soja e derivados na dieta

Benefícios da soja e derivados para a saúde

Soja e derivados são ótimas fontes de proteínas

A soja e os alimentos feitos a partir da soja, possuem um alto teor de proteínas vegetais e possui propriedades que ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL). A soja é uma fonte vegetal muito versátil, pois a partir dela, são produzidos uma série alimentos como tofu, leite de soja, pasta de soja (miso), entre outros.

A soja é consumida abundantemente há milhares de anos pelos povos asiáticos e além de alimento, é também usada para uma infinidade de outras coisas. O óleo retirado das sementes de soja é usado na fabricação de biodiesel, tintas industriais, resinas, cosméticos, lápis de cera e até mesmo na fabricação de tecidos.

Quanto aos alimentos a partir de soja como tofu também são uma grande fonte alternativa de proteína de carne vermelha ou mesmo leite, uma vez que têm pouca ou nenhuma gordura saturada. Como sabemos, uma dieta baixa em gordura saturada irá reduzir os riscos de desenvolvermos doenças nas artérias e coração.

O poder nutritivo da soja

Soja e derivados são muito nutritivos, pois além das proteínas, são também boas fontes de ácidos graxos polinsaturados, aminoácidos, minerais (cálcio, fósforo, magnésio, potássio, cobre, manganês, zinco, e ferro), vitaminas (B, D, E, F, K).

Também é fonte de molibdênio, mineral importante para o metabolismo de diversas enzimas no organismo. Também é rico em isoflavonas, que ajudam a combater os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento e pelo desenvolvimento de tumores.

As isoflavonas, em particular a genisteína, pode auxiliar na redução da perda de massa óssea, combatendo a osteoporose e danos ao tecido ósseo. Também possuem saponinas, substâncias que ajudam a emulsionar a gordura, reduzindo os níveis de colesterol LDL, o que ajuda a combater a obesidade e colesterol alto.

Soja ainda possui fibras, que ajudam na digestão e lecitina, substância essencial que protege as células do organismo contra a oxidação e importante também para as membranas celulares. A lecitina também ajuda a reforçar o sistema imunológico, ajudando a combater as infecções e o cansaço físico e mental.

Tofu e derivados são ótimos substitutos para a carne

Produtos de soja mais conhecidos são:

Molho de soja: Conhecido como Shoyu, um líquido escuro que é utilizado como um condimento para pratos de sabor ou por causa da sua salinidade. É feita a partir de grãos de soja que são salgados e, em seguida, misturada com água e torrado de trigo.

banner1140fit
Proteína vegetal texturizada (PVT): Se tornou muito popular como um substituto da carne. Além de ser uma grande fonte de fibras proteicas e dietéticas, tem muito pouca gordura porque a produção de PVT utiliza a soja que restou após a extração do óleo. É uma excelente fonte também de minerais como: cobre, ferro, fósforo, potássio, magnésio, manganês e vitaminas do complexo B.

Tempeh: É um alimento fermentado a partir de sementes de soja branca da Indonésia, com um aroma a nozes e uma textura densa e ligeiramente carnuda. Constitui um alimento forte, com um sabor mais intenso que outros derivados da soja, como o tofu por exemplo, porém é rico em vitaminas do complexo B.

Tofu: É provavelmente o produto de soja mais disponível no mercado. Possui uma aparência de queijo, tem cor branca e textura sólida. É um alimento versátil, pois pode ser consumido de diversas formas – puro, em cozidos, frio ou quente. Muitas pessoas acham seu sabor insosso ou sem graça, mas basta que dar uma incrementada, acrescentado algumas especiarias, ervas e molho de soja (Shoyu).

Misso: É uma mistura de grãos de soja, sal, água e trigo ou arroz, onde em seguida, são deixados por um período em fermentação. O miso é muito popular no Japão e é usado em sopas como misoshiro, lámen, molhos ou como condimento. Porém devemos tomar cuidado com o alto consumo deste, pois ele é rico em sódio.

Leite de soja: Em comparação ao leite de vaca, o leite de soja não tem colesterol e contém pouca gordura, embora mantenha uma boa quantidade de proteína. É uma ótima opção para as pessoas que são intolerantes à lactose. Existem algumas marcas que são enriquecidas com vitaminas e minerais essenciais. a partir do leite de soja, também são produzidos queijo e iogurte de soja.

Grãos de soja: Pode ser consumida como feijão, em saladas, sopas etc, porém, após ferver por 5 minutos, recomenda-se tirar a película do grão. Essa ação também ajuda a eliminar o odor característico da soja. Após ferver, escorra os grãos, descartando a água e lave os grãos em água corrente.

Farinha de soja ou Kinako: Contém todos os nutrientes da soja em grãos, podendo ser utilizada para engrossar molhos ou adicionada à sucos e vitaminas e no preparo de pães, biscoitos, massas, bolos, tortas, biscoitos, almôndegas etc.

Grãos torrados: São ótimas opções para lanches, sendo uma alternativa saudável em comparação à outros lanches calóricos e vazios em nutrientes. Possuem aparência e sabor semelhantes ao amendoim e são ricos em proteínas e isoflavonas. Encontrados temperados com diversos condimentos naturais.

Lecitina de soja: gordura retirada da soja. Encontrada em pasta, granulada e cápsulas. Na forma de pasta pode ser utilizada como substituto do ovo em receitas.

Óleo de soja: É considerado um óleo saudável, rico em gordura polinsaturada, que ajuda a reduzir o colesterol. O problema é quando é submetido à alta temperatura, já que com isso, ele perde boas parte dos seus nutrientes benéficos.

Soja, um alimento nutritivo e versátil

Como vimos, a soja é um alimento bastante nutritivo e versátil, e suas altas proteínas, embora vegetal, pode ser uma ótima alternativa de substituição às proteínas das carnes, caso você siga um cardápio vegetariano.

Além disso, o óleo de soja pode ser usado topicamente para tratar problemas de pele como psoríase, eczemas e escaras, devido à ação adstringente da lecitina, contribuindo dessa forma para a obtenção de uma pele mais saudável, devido aos ácidos linoleico presente no óleo.

Restrições quanto ao consumo da soja e derivados

Embora a soja seja muito nutritiva, devemos ter cuidado com o seu consumo, pois o excesso pode causar até toxicidade. Pessoas com problemas hormonais ou de tireoide devem consultar o médico antes de consumir soja e derivados. Há ainda pessoas que desenvolvem alergia aos componentes da soja, e que portanto, devem evitá-la.

Compartilhe este artigo:Share on Facebook11Share on Google+0Email this to someoneTweet about this on Twitter

Quer receber dicas gratuitas de saúde e para emagrecer diretamente no seu email? Basta se inscrever abaixo!

2 Comentários

  1. Pingback: Whey Protein e seus benefícios para emagrecer | Emagrecer Urgente

  2. Pingback: Dieta Sem Carne Vermelha | Emagrecer Urgente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *