Café – Vilão ou mocinho?


Benefícios e malefícios do café para a saúde
Quem diria que o café sempre tido como vilão, pode ser uma grande aliado para a saúde na prevenção de inúmeras doenças. Se você tomava seu cafezinho e se sentia culpada por achar que poderia estar fazendo mal à saúde, não se sinta assim. Veja nossa matéria e descubra o quanto o cafezinho faz bem, se tomado moderadamente.

Benefícios do café

Já ouviu aquele ditado: Uma fruta estragada no cesto contamina todas as outras? Foi mais ou menos isso que aconteceu com o café. Após testes feitos com a cafeína, muitos especialistas disseram que o café poderia ser um grande vilão para a saúde. Porém, por causa da má fama da cafeína, outros nutrientes do café foram por muito tempo ignoradas.

Porém um xícara de cafezinho tradicional, possui apenas 2% de cafeína e é composto de minerais, vitaminas do complexo B e ricos antioxidantes, especialmente ácido clorogênico, capazes de combater os radicais livres.

Esses antioxidantes protegem as células do corpo e previne diversas doenças de ordem mental, como mal de Alzheimer, demências, doença de Parkinson e até depressão, além de prevenir contra AVC, derrame, problemas cardiovasculares, cirrose hepática e alguns tipos de câncer.

O café não possui apenas cafeína como muita gente pensa. Além dos poderosos antioxidantes, o café ainda conta com sais minerais como magnésio e cromo, que ajudam o corpo a usar o hormônio insulina, controlando o açúcar no sangue (glicose), prevenindo assim os riscos de contrair diabetes tipo 2.

Segundo outros estudos, o consumo regular do café também reduz os níveis de ácido úrico, que se for elevada pode ocasionar Gota, uma espécie de artrite inflamatória.

Recomendações sobre o consumo de café

O café ainda é um assunto que gera bastante controvérsia sobre o seu consumo. Porém, a maioria dos especialistas recomendam que até 250 mg de cafeína por dia não prejudica a saúde. Essa quantidade equivale a duas xícaras de café, dependendo é claro da sua fórmula, pois uns podem conter mais ou menos cafeína do que os outros.

Outros afirmam que 300 a 400 mg, o equivalente a 3 a 4 xícaras de café por dia não oferecem riscos. Acho que o que também conta é a sua tolerância com o café e se você possui problemas de saúde, o qual o consumo da cafeína deve ser limitado ou até evitado.

Lembrando porém, que a cafeína não se encontra apenas no café. Refrigerantes, guaraná, cacau, energéticos, alguns chás, chocolates e até alguns medicamentos e analgésicos podem conter essa substância. O teor de cafeína depende da moagem do grão, diferenciando de marca para marca, veja alguns exemplos abaixo:

Tipo de café Quantidade Teor de cafeína
Café expresso 1 xícara de 50 ml 50-80 mg
Café Coado 1 xícara de 50 ml 25-50 mg
Café Instantâneo 1 xícara de 80 ml 60-70 mg
Café Descafeinado 1 xícara de 50 ml Menos de 5 mg
Capuccino 1 xícara de 80 ml 80-100 mg

Observação:
Essa tabela é apenas uma média geral, já que várias marcas podem apresentar uma quantidade diferente uma da outra. Quando você for comprar seu café no mercado, seja ele solúvel, torrado, em grão, observe a quantidade de cafeína no rótulo e compare várias marcas, assim poderá escolher o café certo para você.

Contraindicações sobre o consumo do café

Infelizmente, essa bebida deliciosa não pode ser consumida por todos. Pessoas com histórico de hipertensão, arritmia cardíaca, sensibilidade a cafeína, problemas estomacais, gastrite, úlceras, problemas de nervosismo devem evitá-la.

Alguns medicamentos, quando associados ao consumo de café, também podem acarretar graves sintomas como náuseas, vômitos, arritmia cardíaca, aumento da pressão arterial.

Sempre leia a bula ou consulte o médico antes de tomar qualquer medicamento. Somente ele poderá tirar suas dúvidas e dizer se o consumo de café não afetará sua saúde. Gestantes devem limitar o consumo, assim como crianças e pessoas acima de 60 anos.

Mas para quem quer se beneficiar do cafezinho, porém não pode consumir cafeína por advertência médica ou porque tem sensibilidade à cafeína, existe a opção de café descafeinado, que apesar de ainda conter a substância, a quantidade é bem reduzida. Veja algumas opções abaixo disponíveis nos mercados:


Nescafé Descafeinado Instantâneo

Café Instantâneo Descafeinado Melitta

Café Descafeinado
à vácuo Melitta

Café Torrado e Moído Descafeinado em Lata

Conclusão sobre o café

Como podemos ver nessa matéria, o café em doses moderadas pode trazer benefícios para a saúde, desde que tomado em quantidade moderada e por pessoas que não tenham contraindicações para tomá-lo. além disso, não engorda, já que uma xícara pequena de café preto (sem açúcar) fornece somente 3 calorias.

Veja também:
Café ajuda a emagrecer e a acelerar o metabolismo

Veja essa reportagem sobre o café:

Compartilhe este artigo:Share on Facebook0Share on Google+2Email this to someoneTweet about this on Twitter

Quer receber dicas gratuitas de saúde e para emagrecer diretamente no seu email? Basta se inscrever abaixo!

5 Comentários

  1. Pingback: Café ajuda a emagrecer e acelerar o metabolismo ? | Emagrecer Urgente

  2. leny

    posso fazer chá verde com chá mate e gengibre?

  3. leny

    posso fazer chá com mate, chá verde e gengibre?

    • Silvia

      Oi Leny!
      Se a mistura ficar agradável ao seu paladar, pode misturar sem problemas. Hoje em dia, inclusive os suchás estão na moda e neles podemos misturar chás com sucos, que ficam deliciosos e ainda dão um efeito termogênico que ajuda a aumentar o metabolismo do corpo, e por consequência nos ajuda a emagrecer. Veja algumas receitas de Suchás aqui. Abraços!

  4. Pingback: Dicas Para Prevenir e Tratar Enxaqueca | Emagrecer Urgente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *