Conjuntivite – Sintomas, prevenção e tratamento

Por causa do verão e umidade desses tempos chuvosos, período ideal para a proliferação de bactérias, grandes surtos de Conjuntivite estão ocorrendo.
Só esse mês (março) já foram registrados mais de 30 mil casos.

Em 2010, houve mais de 160 mil casos da doença.

A conjuntivite pode ser causada por reações alérgicas a poluentes ou substâncias irritantes (poluição, fumaça, cloro de piscinas, produtos de limpeza ou de maquiagem, etc.). A mais comum delas é a conjuntivite primaveril, ou febre do feno, geralmente causada por pólen espalhado no ar. A conjuntivite pode ser causada também por vírus e bactérias. Nestes casos, ela é contagiosa e pode ser transmitida pelo contato direto com as mãos, com a secreção ou com objetos contaminados.

Tipos de Conjuntivite

  • Conjuntivite viral – é a inflamação produzida na conjuntiva por um vírus. Sua transmissão acontece por meio de vários vírus contagiosos, incluindo muitos dos que causam o resfriado comum e também por contato direto com objetos e pessoas infectadas. Os sintomas são: vermelhidão difusa, lacrimejamento, secreção mais espessa e pálpebras inchadas, com redução da abertura da fenda. Leva até duas semanas para o paciente melhorar e dependendo da gravidade, pode deixar sequelas na córnea e atrapalhar a visão.
  • Conjuntivite alérgica – é a inflamação produzida na conjuntiva por alergia a substâncias como cosméticos, perfumes, depósito de proteínas na lente de contato, medicamentos, poeira e pólen de plantas. Os sintomas são: coceira, lacrimejamento. O tempo de duração é variável.
  • Conjuntivite bacteriana – é a inflamação produzida na conjuntiva causada por bactérias. Os sintomas são: olhos vermelhos e lacrimejantes, produção de secreção amarelada. Às vezes, acontece de as pálpebras estarem grudadas quando a pessoa acorda. Dura em média uma semana.

Sintomas da Conjuntivite

  • Coceira.
  • vermelhidão nos olhos
  • lacrimejamento
  • sensação de areia nos olhos
  • pálpebras inchadas e avermelhadas
  • secreção amarela nos cantos dos olhos ou nas bordas das pálpebras
  • intolerância à luz

Tratamento da conjuntivite

O tratamento da conjuntivite é determinado pelo agente causador da doença. Para a conjuntivite viral não existem medicamentos específicos. Já, o tratamento da conjuntivite bacteriana inclui a indicação de colírios antibióticos, que devem ser prescritos por um médico, pois alguns colírios são altamente contraindicados. Em outros tipos de conjuntivite como a viral e alérgica deve-se evitar porque podem provocar sérias complicações e agravar o quadro.

Cuidados especiais com a higiene, trocar fronhas diariamente, evitar praias e piscinas ajudam a controlar o contágio e a evolução da doença. Qualquer que seja o caso, porém, é fundamental lavar os olhos e fazer compressas com água gelada, que deve ser filtrada e fervida, ou com soro fisiológico comprado em farmácias ou distribuído nos postos de saúde. Deve-se também evitar coçar a região afetada.

Recomendações caso contraia a conjuntivite

  • Evite colocar a mão na área afetada;
  • Lave as mãos com frequência;
  • Prefira usar toalhas de papel para enxugar o rosto e as mãos, ou lave todos os dias as toalhas de tecido
  • Lave os olhos com soro fisiológico e água mineral gelada;
  • Prefira usar toalhas de papel para enxugar o rosto e as mãos, ou lave todos os dias as toalhas de tecido
  • Evite aglomerações ou frequentar piscinas de academias ou clubes
  • Não encoste o frasco do colírio nos olhos e lave as mãos antes e após aplicá-lo;
  • Não compartilhe o uso de esponjas, rímel, delineadores ou de qualquer outro produto de beleza
  • Troque as fronhas dos travesseiros diariamente, enquanto perdurar a crise
  • Jamais se automedique. Use colírios somente sob prescrição médica.

Dica de compressa para melhorar a conjuntivite

Existe uma receita caseira que apresenta ótimos resultados para olhos cansados e também para conjuntivite . Anote os ingredientes abaixo e desfrute dos resultados.
Compressa para conjuntivite
Modo de fazer:
Pique 1 ou 2 colheres (chá) de folhas de eufrásia , em seguida acrescente uma xícara de água fervente (ou 1 colheres de chá de folhas secas). Deixe em infusão descansar por 2 minutos,depois coe e espere o chá ficar morno. Embeba duas gazes estéreis na infusão, aplique sobre os olhos e deixe por 10 minutos.

Oftalmologista explica causas, sintomas e cuidados com a conjuntivite:

Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
1Share on Google+
Google+
0Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter

Quer receber dicas gratuitas de saúde e para emagrecer diretamente no seu email? Basta se inscrever abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *