Macarrão instantâneo faz mal para a saúde?

miojo

Os perigos do macarrão instantâneo para a saúde

Sabemos que hoje em dia vivemos em uma correria constante e a falta de tempo acaba fazendo com que a gente recorra ao velho e saboroso macarrão instantâneo, vulgo Miojo. Existem pessoas no mundo todo, que fazem consumo diário deste alimento e mal sabem elas, o quanto isto pode ser prejudicial para a saúde.

O macarrão instantâneo, miojo ou Cup Noodles como também é chamado se trata de um alimento prático, de fácil e rápida preparação, além de ser muito acessível a todas as pessoas por se tratar de um alimento extremamente barato. Mas o seu consumo frequente pode causar um impacto desfavorável sobre a nossa saúde.

O consumo excessivo de miojo pode aumentar os riscos de doenças digestivas, colesterol alto, hipertensão e também causar apendicite, problemas nos rins e até alguns tipos de câncer. Portanto, se você é adepto desse alimento e substitui refeições mais saudáveis e nutritivas com frequência por ele, é recomendável que reveja seus conceitos e procure maneirar no seu consumo.

Mas por que o macarrão instantâneo é tão prejudicial?

Ele é rico em conservantes e substâncias químicas que são consideradas cancerígenas. Além disso, recentemente a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Pro Teste) analisou dez marcas de macarrão instantâneo e chegou a uma conclusão assustadora: o tempero em pó de algumas marcas do produto contém mais sódio do que a quantidade indicada para o consumo diário.

Excesso de Sódio
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) a ingestão diária recomendável de sódio é de no máximo, 2g de sódio (equivalente a 4g de sal). E entre os produtos avaliados pelo Por Teste, todos estavam com o teor de sódio acima do recomendável, especialmente as marcas Nissin Lamen, Qualitá e Piraquê.

O sódio em excesso é perigoso para portadores de úlcera pois ele pode neutralizar o estômago fazendo que ele precise secretar mais ácido para digerir o alimento, piorando o quadro da doença. O excesso de sódio também é perigoso para hipertensos e portadores de doença cardíaca, pois aumenta a pressão arterial.

Glutamato Monossódico
Esta substância é utilizada como realçador de sabor, ou seja, serve para mascarar a pobreza de ingredientes. Seu consumo pode acarretar reações adversas como enxaquecas, dores de cabeça, náusea, queimação no peito e sudorese, etc. Dizem ainda que o consumo regular de glutamato monossódico pode levar à dependência.

Outros vão mais além e dizem que o Glutamato Monossódico (MSG) se trata de um assassino silencioso. Seus efeitos nocivos não são vistos à curto prazo, mas somente daqui dez anos e até 20 anos! Essa substância, juntamente a outros conservantes vai aumentar consideravelmente os riscos de você desenvolver um câncer.

Excesso de Gordura

Como esse tipo de macarrão é pré-frito, ele tem uma quantidade elevada de gordura. Alguns produtos têm cerca de cinco vezes mais gordura do que o macarrão tradicional. Por isso, pela saúde vale muito mais a pena preparar um macarrãozinho tradicional ao invés do instantâneo, que nos parecia antes tão inofensível.

Pode demorar alguns minutinhos a mais, mas por outro lado pode ter certeza de que é bem mais saudável pois não é necessário adicionar muita gordura. Além disso, um suculento macarrão tradicional com um suculento molho de tomate, rico em lipcopeno, é de longe a opção mais saudável se for comparada ao miojo.

Outra dica pra quem tem a vida muito corrida e opta sempre pelo miojo por ser de fácil e rápido preparo, é cozinhar o macarrão tradicional em maior quantidade e armazena-lo em recipiente bem fechado e sem nenhum tipo de molho. Nestas condições, o macarrão pode ficar de 3 a 4 dias na geladeira sem perigo de estragar.

Depois, basta esquentar e fazer um molho rápido, de tomate ou outro de sua preferência. O macarrão tradicional também é mais econômico no ponto de vista financeiro: 80 gramas custa R$ 0,30, enquanto o preço de um pacote de macarrão instantâneo com o mesmo peso custa em média de R$ 0,50 a R$ 1,00.

Pra quem não quer abrir mão do miojo

Se você é fã incondicional do macarrão instantâneo e não quer abrir mão do seu consumo mesmo sabendo dos riscos à saúde que ele oferece, veja uma dica que pode ajudar a diminuir os prejuízos que ele causa à saúde.

Ao cozinhar o miojo, você perceberá que a gordura sobe a superfície. Para evitar que consuma essa gordura maléfica, substitua a água assim que começar as bolinhas de fervura. Se for necessário, troque a água mais de uma vez e só por último acrescente o tempero. Se quiser que fique ainda mais saudável, substitua o tempero por um molho de ervas, ou outro que não seja industrializado. Sua saúde agradece.

Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
71Share on Google+
Google+
0Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter

Quer receber dicas gratuitas de saúde e para emagrecer diretamente no seu email? Basta se inscrever abaixo!

4 Comentários

  1. Késsia

    Nossa… Não sabia que miojo fazia tão mal à saude!
    Deve ser por isso que estou tão mal ultimamente, só comendo miojo! Vou procurar um médico.

  2. Paulo Nery

    Excelente artigo. Eu não tinha ideia do quanto era prejudicial a saúde.

  3. Pedro Batista Silva

    Acabei de fazer um cio noodles!Mas daqui pra frente depois dessa informações não vou consumir este produto.
    Obs;Esse produto não deveria ser tirado de circulação?

  4. SARAH

    Muito bom. Não sabia de todas estas informações. Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *