Por que trocar o pão branco pelo integral

Pão branco x pão integral

Por que trocar o pão branco pelo integral

Na dieta dos brasileiros, o pão é praticamente unanimidade no café da manhã e consumi-lo diariamente já é uma rotina alimentar enraizada há muitos anos. Então, se não podemos vencer o inimigo, o jeito é nos unirmos a ele. Você não precisa radicalizar e cortar o pão da sua dieta. Basta apenas substituí-lo pelos integrais.

Também sabemos que o pão branco, embora mais barato, não tem o mesmo valor nutritivo do pão integral. E também sabemos que ele tem um alto índice glicêmico, que contribui para o acréscimo de gordura visceral, justamente aquela em torno da cintura, que é mais difícil de perder e também que traz prejuízos para a saúde.

Trocar o pão branco pelo integral é um favor que você está fazendo não só para o seu peso, como para a saúde e hoje em dia nem há mais desculpas da pouca variedade desse tipo de pão, feitos com cereais integrais como farelo de trigo, centeio, aveia, pois eles são facilmente encontrados nas padarias e supermercados.

Pão branco (refinado) x pão integral (grãos)

Pão integral é uma opção mais saudável
Se você ainda não está convencido sobre trocar o pão branco pelo integral, vamos diretamente aos fatos. A baixa qualidade nutritiva dos pães à base de farinha refinada é devido ao seu processo. O germe e o farelo de trigo são removidos e isso significa que a parte mais nutritiva do grão incluindo fibras, vitaminas e minerais, é perdido.

A parte nutritiva é retirada durante o processo, com o objetivo de deixar a textura do pão mais atraente e para prolongar a sua vida na prateleira. Os pães rotulados como “Grãos enriquecidos” também tem a parte nutritiva retirada, embora no decorrer do processo, minerais e até alguns grãos sejam adicionados de volta. Mas infelizmente, se perde muito durante o processamento, especialmente as fibras.

Embora o pão branco, tipo o pão francês, atualmente seja feito com farinha refinada enriquecida com ácido fólico e ferro, ele está há anos luz de distância do seu parente integral, em relação ao valor nutricional. Além disso, o pão branco contém alguns ingredientes nocivos como açúcares, conservantes e gordura vegetal.

Por que o pão branco engorda?

Durante o seu processamento, o pão branco deixa de ser um carboidrato complexo e se torna um carboidrato simples. Isso faz com que ele seja absorvido rapidamente pelo organismo, causando picos de glicose no sangue. Com isso, ele não mantém a saciedade e eventualmente pode levar à diabetes tipo 2.

Além disso, o corpo vai armazenar a glicose como gordura, especialmente aquela que se acumula no abdômen e culotes, contribuindo assim para o aumento do peso. Outra questão sobre o pão branco é que ele difícil de ser digerido pelo organismo. Não é à toa que há tantos casos de alergias e intolerância ao trigo e ao glúten.

Quando as partículas de glúten passam do intestino para o sangue, anticorpos que estimulam a libertação de histamina são formadas. Quando o nível de histamina é alta, pode causar reações alérgicas, que podem provocar uma inflamação no intestino. Em casos mais graves pode ocorrer uma indigestão ou diarreia.

Outra razão pela qual os grãos refinados são prejudiciais à saúde é que são carregados com aditivos tóxicos, tais como dióxido de carbono e bromo. Além disso, os grãos de trigo são muito ácidos, em comparação com os grãos de centeio, aveia e cevada.

Essa acidez causa um desequilíbrio ácido / alcalino em nosso corpo, especialmente no sangue ele cria um ambiente onde as bactérias, leveduras, fungos, mofo facilmente prosperam. Esses microrganismos patogênicos produzem resíduos ou micotoxinas, que vão intoxicando nosso corpo gradualmente.

Pão integral, a escolha certa

banner-q48Uma dieta rica em cereais integrais promove uma melhor manutenção do peso e tem sido associada a um menor risco de doenças cardiovasculares, diverticulares, diabetes tipo 2, obesidade e alguns tipos de câncer. Além disso, as fibras ajudam a reduzir os níveis açúcar no sangue, os níveis de colesterol “ruim”.

De acordo com estudos, um adulto necessita de no mínimo 28 gramas de grãos integrais por dia, como parte de uma dieta equilibrada. E isso é o equivalente a uma fatia de pão integral. E o melhor de tudo é que o pão integral vai te dar muito mais saciedade do que o pão branco, ajudando no controle do apetite.

Um ótimo pão para quem está em dieta é o pão de centeio. De acordo com um estudo de 2009, os participantes que comeram pão de centeio, se sentiram mais saciados por mais tempo do que aqueles que comeram pão de trigo. Outro estudo indicou que o consumo de pão de centeio é mais eficiente para reduzir os níveis de colesterol e riscos de doenças cardíacas.

Tipos de pães integrais

Pão de trigo integral: Esse pão contém grandes quantidades de fibras, que ajudam a prevenir câncer de cólon de útero e minerais como manganês e selênio. Geralmente, quanto mais escuro for o pão, mais fibras e mais nutritivo e benéfico ele será para a saúde e na saciedade.
Pão de farelo de aveia: Se preferir pães de trigo com um sabor mais leve, o pão de farelo de aveia pode ser o pão ideal para você. Apenas certifique-se, se o pão tem o farelo de aveia como principal ingrediente. Pão de farelo de aveia é uma boa fonte de tiamina, manganês e selênio.
Pão de centeio:O pão de centeio é uma ótima escolha de pão integral, pois ele é uma boa fonte de fibras, tiamina, ácido fólico, manganês, selênio e antioxidantes. É um tipo de pão que dá muita plenitude e saciedade e por isso, pode ser um grande aliado para a perda de peso.
Pão Multigrãos: É chamado de multigrãos porque geralmente é feito com uma mistura de farinhas diferentes – isso não significa necessariamente que é mais saudável. Vai depender da quantidade e qualidade de cada cereal adicionado, Em certos casos, pães multigrãos podem ser tão carentes de nutrientes e fibras como qualquer outro pão feito com grãos refinados. Portanto, fique atento ao rótulo do produto.
Pão Preto:É feito com farinha de centeio integral e possui a cor nitidamente mais escura, que ocorre devido ao pouco processamento a qual é submetido. É uma escolha super nutritiva, pois além das fibras, o pão preto é uma boa fonte de selênio, fósforo, magnésio e manganês.
Pão de linhaça: A semente de linhaça contém proteínas, minerais, vitaminas como a Vitamina E, antioxidantes e ômega 3, que contribuem para o funcionamento celular, ajudando no combate ao envelhecimento precoce e as doenças degenerativas, previne o câncer de mama; ajuda a normalizar os níveis de glicose e colesterol no sangue.
Pão de trigo branco: Se o pão de cor escuro não lhe agrada, uma opção mais saudável seria o feito com trigo branco, porém não refinado. Ele contém os mesmos benefícios nutricionais do pão de trigo integral, mas é feito com trigo branco em vez de trigo vermelho. Dessa forma ele não tem a cor amarronzada e sua textura é mais macia.

Se mesmo assim, você não troca seu pão de forma branco ou seu pão francês por nenhum outro pão do mundo, então procure fazer uma combinação saudável, colocando em seu recheio folhas verdes, como alface, rúcula, tomate, e outros ingredientes leves que façam reduzir sua carga glicêmica.

Lembre-se que os pães são ótimas fontes de carboidratos, que funcionam como combustível para o nosso corpo. Sabendo abastecê-lo na medida certa, seu corpo vai funcionar corretamente.

Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
0Share on Google+
Google+
0Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter

Quer receber dicas gratuitas de saúde e para emagrecer diretamente no seu email? Basta se inscrever abaixo!