Qual o segredo das pessoas que nunca engordam?

emagrecer

Por que algumas comem de tudo e não engordam?

Você, assim como eu, já deve ter topado com alguma pessoa durante sua vida que milagrosamente mantem o corpo da mesma forma há muitos anos, sem engordar um grama que seja. E é claro que sempre vem à cabeça aquela pergunta: Qual o segredo por trás das pessoas que são magras naturalmente, apesar de comerem tanto? Aqueles que chamamos carinhosamente de “magros (as) de ruins”.

Enquanto 40% da população mundial sofre com o excesso de peso, obesidade ou vivem boa parte das suas vidas no efeito sanfona, há pessoas felizardas que não sofrem com nenhum problema com a balança e muito menos com problemas ligados ao excesso de peso. E isso sem fazer praticamente nenhum tipo de esforço.

O que sabemos é que a genética é favorável para essas pessoas, afinal cada pessoa nasce pré-determinada biologicamente a ter uma certa altura e um certo peso. E embora fatores externos possam influenciar nosso peso e altura, não tem como ignorar o poder dos genes, pois isso seria a mesma coisa que lutar contra a natureza.

A grande descoberta – Enzima da gordura MGAT2

Mas os genes também podem desencadear outro fator que também contribui para que algumas pessoas afortunadas não engordem de forma alguma. É a “enzima da gordura” chamada de MGAT2. Essa enzima produzida no intestino é responsável por transformar a gordura consumida em energia para ser gasta pelo organismo ou se ela deve ser armazená-la especialmente na região abdominal.

A Universidade da Califórnia realizou um estudo em ratos com a enzima MGAT2 e sem a enzima MGAT2, na qual foram submetidos a uma dieta rica em gordura. Os que não tinham a enzima MGAT2, ganharam 50% menos peso do que aqueles que tinham a enzima. Isso pode explicar porque algumas pessoas lutam para ganhar peso, ao contrário de outras pessoas que lutam para perder.

Um bom exemplo disso, são os voluntários que participaram de um documentário recente para a Horizon BBC2, chamados “Naturalmente Magros”. 10 voluntários foram submetidos a uma dieta com quase o dobro das calorias que consumiam diariamente (3.500 para as mulheres, 5.000 para homens), durante 4 semanas.

Oito deles ganharam peso, porém dois deles eram fisicamente incapazes de comer a mesma quantidade de calorias. Um deles inclusive perdeu peso durante o mês. O mais interessante é que os dois voltaram ao peso anterior dentro de poucas semanas após o fim do estudo, mesmo sem nenhum tipo de dieta, o que é inviável para a maioria das pessoas que sofrem com excesso de peso devido às dificuldades para emagrecer.

MGAT2, a chave para ser magra para sempre?

Além de prevenir a obesidade, a ausência do MGAT2 pode trazer outros benefícios: melhorar o processamento do açúcar e reduzir o colesterol ruim no sangue. Com isso, diminui os riscos de doenças do coração, diabetes, colesterol alto, aterosclerose e doenças metabólicas associadas a uma excessiva ingestão de gordura.

Então, se antes achávamos que o excesso de peso e a obesidade dependiam do metabolismo ser rápido ou lento, pode ser que na verdade o grande vilão possa ser a “enzima da gordura”. Segundo alguns pesquisadores, é raro encontrar alguém cujo metabolismo é mais do que 10% maior ou menor do que a média.

O grande desafio dos cientistas agora é tentar produzir um medicamente que possa bloquear a ação da enzima MGTA2, já que ela é produzida pela grande maioria das pessoas. Quem sabe essa pílula num futuro breve eu espero, possa ser a chave para o fim da obesidade, considerada como um grande mal do século.

Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
29Share on Google+
Google+
0Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter

Quer receber dicas gratuitas de saúde e para emagrecer diretamente no seu email? Basta se inscrever abaixo!

2 Comentários

  1. Pingback: Bebida alcoólica engorda? | Emagrecer Urgente

  2. Pingback: A dieta ideal para emagrecer sem sofrer | Emagrecer Urgente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *