Vacina pode ser a nova promessa para emagrecer

alimentos-que-aumentam-gordura

Vacina para emagrecer? Será verdade?

Como sabemos, o excesso de peso e a obesidade se tornou um grande problema em várias sociedades e muitos pesquisadores estão empenhados em conseguir uma solução para este problema. Um exemplo é um estudo liderado pelo cientista Dr. Keith Haffer, da empresa norte-americana Braasch Biotech em Dakota do Sul.

O objetivo do estudo é desenvolver vacinas que ajudem a combater a obesidade. Na verdade a vacina não será um medicamento para emagrecer e sim um bloqueador hormonal. Segundo os pesquisadores, o hormônio HGH (hormônio do crescimento humano) pode ser a chave para desvendar o mistério da perda de peso.

Estudos anteriores demonstraram que a somatostatina, um peptídeo hormonal, inibe a ação do hormônio de crescimento (HGH) e insulina do fator de crescimento (IGF-1), que como sabemos são dois hormônios importantes que ajudam a aumentar o metabolismo corporal e contribuem para um emagrecimento eficaz.

Os pesquisadores desenvolveram duas vacinas, utilizando células do sistema imunitário para conseguirem bloquear a somatostatina, que por sua vez potencializará a ação dos hormônios de crescimento e insulina do fator de crescimento no que se refere a rápida perda de gordura e peso corporal.

Por enquanto, os testes foram apenas feito em ratos que foram alimentados com uma dieta rica em gordura durante oito semanas antes do estudo. Depois os pesquisadores dividiram os ratos em dois grupos, nos quais continuaram seguindo a dieta calórica com a diferença de que apenas um dos grupos receberam a vacina com anticorpos enquanto que o outro grupo de ratos recebeu injeção de soro fisiológico.

Ambos os grupos receberam a injeção do dia 1 ao dia 22 ao longo de 6 semanas. Quatro dias após a primeira vacina, os ratinhos vacinados tiveram uma queda de 10% no peso corporal e ao fim do estudo, perderam em média 14%. E o mais interessante é que as vacinas não interferiram nos níveis normais do GH e do IGF-1.

Pelo o que tudo indica, os resultados com estas vacinas são muito promissores, embora ainda seja necessário estudos mais conclusivos para avaliar os efeitos colaterais e implicações para a saúde a longo prazo destas vacinas.

De qualquer maneira, a possibilidade de tratar a obesidade com vacinação nos dá a sensação de uma luz no fim do túnel principalmente para as milhões de pessoas que sofrem do problema. O jeito é aguardar até que os estudos sejam concluídos e rezar para que logo possamos nos beneficiar desta vacina para emagrecer.

Compartilhe este artigo:Share on Facebook5Share on Google+0Email this to someoneTweet about this on Twitter

Quer receber dicas gratuitas de saúde e para emagrecer diretamente no seu email? Basta se inscrever abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *